Para quê nós estudamos?




         Pena que ainda existe pessoas que não entendem qual o real papel da educação, é bem nítido ouvir tais questionamentos: Pra que estudar Geografia? Matemática e Português? O que isso vai refletir em minha vida? Te respondo em tudo meu caro aluno, o lugar onde você mora, depende do seu esforço e cooperação para se desenvolver, educação não é um mero ritual decorativo para a prova, tudo depende de você.

          A sua contribuição é importante para a construção de um mundo melhor. Então vamos pegar o livro que está logo ali na estante cheio de poeira…. esse mesmo kk que o professor indicou para ler e você deixou na estante até o dia de entrega ló a biblioteca, aquele que é chato, vai lá e mude o rumo da sua vida. Mas antes, acompanhei esses 9 itens sobre o quanto é importante você lê…




1º Combate à Pobreza

Quanto mais as pessoas estudarem, mais oportunidades terão no mercado de trabalho. Uma pessoa que concluiu uma pós-graduação tem 422% mais chances de conseguir um emprego do que quem não se alfabetizou. Quem estuda também ganha mais: o salário de um pós-graduado é 544% maior do que aquele recebido pelos analfabetos

   Esse impacto é perceptível em todos os níveis de escolaridade. Se todos os estudantes em países de renda baixa deixassem a escola sabendo ler, 71 milhões de pessoas poderiam sair da pobreza, segundo o relatório de Monitoramento Global de Educação para Todos de 2011. O relatório também mostrou que cada ano extra de escolaridade aumenta a renda individual em até 10%.

  1. Faz a economia crescer

   Uma boa Educação melhora a economia de um país. “Quando olhamos para trás e comparamos o desempenho econômico de 50 países e um grande número de variáveis, o que salta aos olhos é o poder da educação”, disse o nobel da Economia e professor da Universidade de Nova York, Paul Romer, em entrevista à Revista Exame.




Os países que priorizam o ensino de qualidade nas últimas décadas, como Coreia do Sul e Irlanda, registram um crescimento econômico acima da média. O relatório da UNESCO mostrou que cada ano adicional de escolaridade aumenta a média anual do PIB em 0,37%.

Com melhores empregos e maior renda, os indivíduos podem consumir mais e dependem menos de políticas públicas contra a pobreza. O aumento da taxa de emprego e do consumo também se traduzem em mais impostos coletados pelo governo, o que resulta, em tese, em melhorias sociais.




  1. Promove a Saúde

   Uma mãe que teve acesso à Educação de qualidade tem mais condições de cuidar da saúde de seus filhos, pois é mais sensível a importância da prevenção, da vacinação e de hábitos de higiene, além de saber como procurar tratamento quando necessário. O relatório da UNESCO Monitoramento Global de Educação para Todos mostrou que uma criança cuja mãe sabe ler tem 50% mais chances de sobreviver depois dos cinco anos de idade.

Além de reduzir a mortalidade infantil e diminuir a taxa de fecundidade, a Educação também está relacionada a hábitos mais saudáveis. Indivíduos com maior nível de escolaridade também têm menos chances de serem obesos e de fumarem diariamente, essa relação permanece evidente independente de sexo, idade e renda. (“Olhares sobre a Educação 2013”, da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico).

  1. Diminui a violência

   Mais do que a pobreza em termos absolutos, é a desigualdade social um dos fatores relacionados à violência. Se a Educação é capaz de impactar na diminuição desta desigualdade, ela também contribui para uma sociedade menos violenta. Além disso, a Educação ajuda a superar a intolerância. O representante da ONU Nassir Abdulaziz Al-Nasser disse em entrevista ao portal Terra que “a Educação é fundamental para tratar da ignorância e desconfiança que estão no cerne do conflito humano. A Educação ajuda a superar estereótipos e intolerância, e a vencer a batalha contra a ignorância.”

  1. Garante o acesso a outros direitos

   Está na Declaração Universal dos Direitos Humanos: é por meio do ensino e da educação que se promove o respeito aos direitos humanos e liberdades fundamentais. “A instrução promoverá a compreensão, a tolerância e a amizade entre todas as nações e grupos raciais ou religiosos.” (Artigo XXVI)

   A socióloga e pesquisadora da Fundação Carlos Chagas, Sandra Unbehaum, comenta que o acesso à Educação permite que os indivíduos tenham consciência e conhecimento de que são sujeitos de direitos, isto é, que possuem direitos garantidos por lei e podem exigir que eles se cumpram. “Sem conhecimento ou acesso a informações, como posso saber que tenho direito à saúde e bem estar, tenho direito ao meio ambiente sadio, tenho direito a condições adequadas de trabalho, tenho direito a ser tratada com dignidade?”, diz.




  1. Ajuda a proteger o meio ambiente

   Quando forma cidadãos mais conscientes dos impactos de nossas atividades sobre a natureza, a Educação ajuda a preservar o meio ambiente, educando as pessoas para decisões sustentáveis, que satisfazem as necessidades presentes sem prejudicar as gerações futuras.




  1. Aumenta a felicidade

   As pessoas que estudam mais também se dizem mais felizes do que aqueles que não estudaram ou não puderam estudar. O estudo da OECD “Quais são os benefícios sociais da Educação?” mostrou que a satisfação pessoal entre as pessoas que estudaram até o nível superior é maior do que a satisfação das pessoas que pararam no Ensino Médio.




  1. Fortalece a democracia e a cidadania

   Além de formar cidadãos mais críticos e conscientes de seus direitos, a Educação também colabora para que a sociedade cumpra seus deveres cívicos. Entre os jovens, o nível de escolaridade também está relacionado à taxa da população que vota. O estudo da OECD “Quais são os benefícios sociais da Educação?” fez um levantamento em 27 países e mostrou que 80% dos jovens com ensino superior vão às urnas, enquanto o número entre aqueles que não têm formação superior cai para 54%. O estudo também concluiu que os adultos mais escolarizados também são mais engajados socialmente.

  1. Ajuda a compreender o mundo

   Uma boa Educação tem resultados abrangentes: contribui para o crescimento econômico do país e para a promoção da igualdade social, mas seu impacto também é decisivo na vida de cada um.

Fonte: http://educarparacrescer.abril.com.br/politica-publica/importancia-educacao-763510.shtml




Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *