O mundo paralelo e viajem no tempo

Sabe aqueles dias que inúmeras ideias vêm à cabeça? Sente-se impossibilitado em colocar em prática tudo que pensa? Admiro bastante a Astronomia, mas não como profissão ou meio de atuação, mas como um hobby, algo divertido que me faz refletir em escalas maiores do que outras ciências poderiam me proporcionar. Faz-me lembrar que muitas das vezes da fragilidade humana, faz-me perceber que a vida é um sopro bem rápido e que muda constantemente sem lhe avisar, somos pessoas diferentes entre o hoje e o ontem. Esse tema veio a mim como algo inspirador, loucura para os que não conhece o  fantástico que és o cosmo e os para os que conhece, o deleite! Começo com “A viajem no tempo” soa loucura para muitos, por isso que gosto, oba!! Na verdade é o meu preferido, sou louco por essa discussão!! Lembrei da leitura perfeita ou melhor do livro perfeito do professor e físico teórico: Michio Kaku, intitulada por “Mundos Paralelos”. Ele aborda dois temas complexos e que apenas essas laudas não são suficientes para exemplificar. A viagem no tempo já é conhecida por todos nós, algum momento da vida ouvimos falar em algo próximo a isto. Aquele velho pensamento que o homem percorre a uma velocidade próxima a 99% da velocidade da luz e que pode quebrar a barreira e chegar nos longínquos espaço do tempo. Mas meu caro amigo, sei que está pensando?

 

O Einstein proibiu a viagem no tempo, pois teríamos que canalizar uma enorme quantidade de energia  como fosse uma bola de neve, quando mais rápido maior quantidade de energia acumularia, mas não podemos executar essa proeza ainda, pelo menos não agora. Devemos obedecer a flecha do tempo e seguir em passos lentos para o futuro “a mesmice de sempre”. Mas teríamos que criar uma máquina do tempo tipo o “Delorean”? do filme de volta para o futuro ou a cabine da série Dr Who? Sabemos que isso tudo é apenas ficção e algo irreal. Mas pense comigo!! Mas suponhamos que isso acontecesse? e se conseguíssemos criar uma máquina do tempo, sabe o que aconteceria?  quando percorremos tal velocidade? alguma vez já imaginou tal situação? Suponhamos que estivéssemos a bordo de uma máquina que percorresse a tal velocidade, tudo que está dentro da máquina sofreria um processo de desaceleração do tempo, pois o tempo tente a diminuir quando alcançamos tamanhas velocidades, mas a quantidade de massa que esse objeto acumularia e  precisaria seria infinita, por isso é frustante pensar em algo assim hoje. O mais legal é que as pessoas a bordo envelheceriam bem menos do que estão lá fora. Mas como isso ajudaria a viajar no tempo?

Pensamos: Estamos a uma velocidade próxima a luz e escolheríamos uma variante que 1 dia dentro da máquina em alta velocidade correspondesse a 30 anos na realidade (como já citei o tempo espaço passaria lentamente para os passageiros) caso os viajantes a bordo fizessem uma viagem correspondente a 1 mês a máquina impulsionaria 300 anos no futuro da realidade deixada para trás, legal, não é? Infelizmente isso está ainda no campo da ficção ou melhor, ainda não comprovaram essa tal proeza, por razões  já citadas,  pois a nossa tecnologia é precária a tal ponto. Mas algum dia irão provar? com toda a certeza, mas isso irá demorar muito tempo. O mais animador é que existe um vasto campo de cientista que estudam o universo todos os dias e a qualquer momento poderemos ter novidade.

 

Obs: Até hoje espero o lançamento do James Webb e até agora nada o seu lançamento foi adiado para 2020, mas o telescópio será o início para desvendar esses tais mistérios e principalmente a enigmática matéria escura que esconde inúmeros segredos.

As segunda parte da nossa “história”

O mundo paralelo e o Multiverso são temas muito conhecidos pelas gerações Nerds e que adora tecnologia, ficção científica, sérias e outras, ou são fãs de Star War ou Star Trek que são exemplos de viajante dos tempos e conhece muito bem  o termo multiverso. A obra de Michio Kaku oferece aos seus leitores  a possibilidades de reflexões e pura complexidade. Na sua obra ele descreve o primórdio do universo e a suas primeiras manifestações do pós-Big Bang e como se deu o processo de inflação do universo que impulsionou a formação dos planetas, estrelas, matéria escura, antimatéria e a proeminente vida. Mas o mundo paralelo pode ter acontecido antes do Big Bang? O que teríamos antes? Acredita-se que o nosso universo seja um entre centenas de outros e que o Big Bang seja apenas o resultado do choque de velhos universos que estão em paralelos, podendo ser algo normal nos longínquos do tempo. Hoje 2018 infelizmente

Conhecemos apenas um universo (terra, sistema solar, Via-Láctea, aglomerado de galáxia e superaglomerado de virgem e o universo) conhecemos até esse ponto: o universo observável, é o que a nossa tecnologia nos proporciona até o presente momento,  mas a existência além do conhecido é provável?, mas pode não existir? certo?. O que é o Multiverso? Em uma simples explicação seria algo próximo a:vejamos,  imagine que a nossa compreensão de universo exceda a 1000% do que temos hoje e que o multiverso seja composto por 12 universos, que podem vibrar uns com os outros em frequências diferente; sendo assim, a  história poderia ser contata em diferentes versões nesses universos. Por exemplo: o Brasil não foi colonizado pelos Portugueses e Sim Ingleses, os Nazistas saiu vitorioso da Guerra Mundial, você poderia ter uma vida totalmente diferente desta, mas podemos provar tal existência? Ainda não, mas será um dia provado.

Via- Láctea

 

 

Essa imagem corresponde ao universo observável. Atente-se que a nossa galáxia de 100 mil anos -luz é apenas um mísero ponto e minúsculo.

O interessante as duas histórias se cruzam (viagem no tempo e mundos paralelos) quando podemos adicionar outros elementos e algumas características peculiar isso torna-se melhor. Pois as duas histórias tem consonância, sabemos que que o universo é conhecido como “tecido formado por espaço tempo” ele é flexível, dobrável, e manipulado, devido as forças de gravidade e eletromagnética existente. Acredite-se é possível viajarmos no tempo sem a necessidade de construir uma máquina do tempo, lembrei de um experimento de Stephen Hawking que preparou um banquete para os viajantes do tempo, mas eles não o compareceram.

 

Bom, continuando, há uma possibilidade e está ‘pode estar aos nossos olhos e que ainda não percebemos: os buracos de minhoca minúsculos quase invisíveis, mas provável existência. O real problema desses buracos de minhoca é que não podemos ainda aumenta-los a tamanhos cabíveis para dobrar o espaço tempo. Como funcionaria tal  proeza?? Vejamos: imagine uma rocha de formato quadrática, um quadrado, retângulo etc…  que tenha um buraco que atravessa do lado norte ao sul e  que seja possível enxergar como um binóculo, quando a quebra do espaço tempo cria uma passagem semelhante dentro do tecido do espaço tempo, sendo possível  atravessar distância exorbitantes em questão de segundos, ou ainda poderíamos criar fissuras para trocarmos de mundos paralelos.  Imagine se isso?

 

Distorção do espaço tempo provocada pela gravidade da terra

Você ter a possibilidade de conhecer seu avô quando jovem? Ou até antes dele conhecer sua avó? Mas tem um pequeno problema, caso você interfira a linha correspondente  a seu tempo poderia ser prejudicada, ou seja, você poderá impedir seu próprio nascimento kkk ou caso você tivesse a oportunidade de viajar por buraco de minhoca. Deduza: seria possível atirar em você antes que você sacasse uma arma? Responda ai?? Como resolveria esse problema? O mas fascinante de tudo é que isso não é ficção ou que saiu da tv isso é tudo real e que muitos cientistas renomados estudam e estudam como Stephen Hawking, Micho Kaku, Carl Sagan e dentre outros isso é ciência legítima.

 

ainda continua..

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *