É hora de ficar atento!!




Logo após a queda do muro de Berlin na Alemanha por volta do ano de 1989, o mundo moderno passou a viver uma nova era ideologia ligado aos sistemas capitalistas e globalização na qual podemos denominar de cyber cultura, local onde projetamos nossas vidas num ambiente virtual cercados de mecanismos modernos e interativos. Nesta mesma época percebemos ascensão de uma nova categoria de profissionais denominados de hacker. Depois da década de 90 surgiram muitas profissões ligadas a cultura hacker, muitos países já aceitam como profissional o “hacker ético”, que se denomina inofensivo as suas práticas, mas porem as suas ações são as mesmas do “hacker criminoso” na qual o contratado (hacker ético), elabora uma estratégia na qual fará o teste de penetração da rede (pentester), mediante a aceitação do contratante e assinatura de termo de responsabilidade.
Hacker é conhecido desde a década de 50 nos Estados Unidos, caracterizados por profissionais técnico de informática. A partir da década de 80, foi posta a discussão aos seus valores enquanto profissionais de informática quando esses caem na mídia, na qual passara a ser chamados de criminosos principalmente pela mídia norte americana, algumas ações denominadas “criminosas” foram punidas pela justiça norte-americana onde podemos perceber elevou ao patamar de discussão, algumas irrelevantes outro sim, práticas criminosas daí surgindo o estereótipo de “criminosos da rede”.




O profissional hacker atualmente se tornou essencial para a manutenção e segurança de dados que trafegam na internet diariamente sendo de suma importância para empresas de grande porte nas grandes cidades brasileira e do mundo, cabe a ele de cuidar do tráfego de dados da empresa, saída e entra de informação, eles se torna essencial para a manutenção e atualização dos equipamentos de software e Hardware da empresa e principalmente a segurança, em outro olhar o hacker ético será o encarregado de treinar a sua equipe para estar preparado contra os vírus, trojans, e claro a Engenharia Social.




É bastante comum as pessoas veem com mal olhos quando alguém se intitula Hacker, pois automaticamente vem à cabeça que o cidadão irá me hackear ou pegar a senha do meu e-mail ou minhas redes socais, a prática do hacker é bastante árdua e bem difícil por sinal, muitos precisam de uma ajudinha do usuário inexperiente para conseguir alguma coisa, mas existe um porem que devemos levar a sério, quando nos deparamos as redes Wifi abertas em lugares desconhecido em localidade que você conhece não é tão problemático, wifi livre para o público sem a necessidade de senha, quando me refiro a Wifi lembro me de três tipos: Wep (segurança) que foi uma das primeira a serem lançada no mercado, claro que muitas falhas surgiram, segurança me refiro a criptografia que é usada no tráfego, por exemplo: Já observou na barra de endereço do seu navegador a denominação http:// isso quer dizer que o site se comunicará através de protocolo podendo os seus dados serem capturados ou não, em outros sites existe um pequeno cadeado com protocolo diferente https:// o “s” refere-se a segurança ou sejam os dados estão criptografados, quem capturar receberá apenas um emaranhado de símbolos estranhos, voltando ao wifi depois foram evoluindo os padrões de segurança dos roteadores Wpa e Wpa2, esse exigem autenticação de senha para ter acesso, porem quando wifi é livre, aberto ou free?




Não existe nenhuma segurança na rede, resumindo qualquer pessoa mal-intencionada pode ver seus dados que estão trafegando na rede, me refiro a todo os seus dados que você trafega podem ser capturados e lido sem nenhuma dificuldade, isto equivale a Wifi livre ou hotspot em aeroportos, lanchonetes. Todo o cuidado é pouco, é nessa parte que o ético entra no combate contra essa ameaças, ele encontrar as falhas e vulnerabilidade e consertará alivando um pouco a tragédia, por isso é importante que estejamos atentos o que fazemos em rede aberta e o que solicitamos de dados, estar com antivírus atualizados, software atualizado e principalmente o Firewall ativida, medicas simples mais que dificultam a pratica criminosa e nunca aceitar convites de pessoas estranhas com denominações que causem desconfiança.




Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *