Crimes virtuais e consequências reais.




Esse poste trata de um simples informativo sobre algumas práticas que definem como criminosas e que trazem consequências reais para o indivíduo, tais como: Acesso ilegal a sites, proliferação de vírus, quebra de e-mails, acesso root a sistema operacionais, invasão à rede wifi, sem contar dos crimes feitos em redes sociais, Whatsapp (que configuram como crimes contra honra: calunia, injuria e dentre outros) Você pai monitora o que o seu filho faz na internet? Sabe o que os seus filhos acessam na rede? E você pai tem cuidado ao postar informações pessoais de cartão de crédito, fazer transações bancárias, o perigo é real e é comedido de forma rápida e simples e você nem percebe.

<


Daí surge a principal pergunta que tanto assola as pessoas atualmente: Como os criminosos virtuais fazem a sua prática? Bom! Primeiro temos que entender a relação do atacante e a vitima. O atacante é aquele que utilizam de práticas ilegais ou legais (hacker ético) essa relação é feita de forma bem simples para falar a verdade, por essa simplicidade que muitos usuários são enganados atualmente (Engenharia Social- consistem em técnica de persuasão para tentar o usuário a repassar seus dados pessoais).

 Às práticas de relação do agressor e os usuários baseiam-se nessa simples relação e vai progredindo, a observação e monitoração em redes sociais é uma prática constante. Às redes sociais atualmente é o maior alvo para os  Crackers, pois muitos utilizam à rede para todos os propósitos inclusive “pegar dados” que seus filhos postam aleatoriamente como por exemplo: “Vou à festa” “comi muito hoje com amigos”, amanhã irei a praia” “estou fazendo compra”, muito podem não perceber e vê como “inofensivas” essas atitudes, mas para o criminoso isso é um prato cheio, pois utilizam essas informações para entender a sua personalidade no mundo virtual e pode utilizar esses dados para a perseguição do seu filho(a) que configura como crime:







 Isso é apenas uma pequena ponta de um pequeno Ice Berg que temos atualmente e muitas das práticas criminosas não são punidas pois o Brasil ainda carece de um acompanhamento das leis, não existem leis para todos os crimes, principalmente crimes em ambiente digital. Os crimes virtuais já são uma prática concretizada desde a década de 80 com as invasões de sites como Motorola, ATeT e dentre outras. A prática no Brasil está bem comum, com fotos divulgada na internet via WhatsApp, com legendas maliciosas, ou que denigrida a honra da pessoa, ou a famosa revanche pornográfica. Aqui no Brasil a punição mais famosa constitui a um ataque as fotos da atriz Carolina Dieckmann que por sinal virou lei:

Art. 154-A.  Invadir dispositivo informático alheio, conectado ou não à rede de computadores, mediante violação indevida de mecanismo de segurança e com o fim de obter, adulterar ou destruir dados ou informações sem autorização expressa ou tácita do titular do dispositivo ou instalar vulnerabilidades para obter vantagem ilícita:  

Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, e multa.

 

Que por sinal ainda continua a ser praticada de forma demasiada por algum malfeitor. A prática de invasão de computador está atrelada a tomar posse do sistema de outra para benefício próprio. Os crackers utilizam muitas das vezes exploit feito em pyton que são programas que subscreve e dar alguns privilégios ao atacante ou acesso root do sistema (root- senha do administrador do sistema) que por sua vez poderá fazer um belo estrago no sistema.

Art. 307 - Atribuir-se ou atribuir a terceiro falsa identidade para obter vantagem, em proveito próprio ou alheio, ou para causar dano a outrem:

            Mesmo equivale a obtenção da senha do wifi do vizinho sem autorização do portador que inclusive pode estar incluso na seguinte lei:

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

X - São invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação;

 

Nas redes sociais onde acontece as maiores atrocidades de crimes virtuais o principal destaca as cópias da internet (no meu site todos os textos sem referências, são minhas percepções sobre os temas) lei: lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. Hoje é em comum a prática de ameaça, difamação, calunia, injuria, atribuição de doenças graves como: Hiv positivo, Esquizofrênico, atribuição a deficiência física ou intelectual ( chamar de 'doido", ou "pedófilo", "sem inteligência"), prática de racismo, homofobia, agressão emocional que configura muitas das vezes como assédio moral e outras bem simples: bullying (pratica constante em escolas) ou criar mentira para denegrir o outro e ganhar vantagem. Muitos ficam bem confiante quando está atrás do computador ou smarthpone, e esquece que os seus comentários maldosos são compartilhados rapidamente, e viralizam bem rápido, esses atos são conhecidos como "crimes contra a honra" na qual a tentativa de denegrir a imagem da vítima, assegurados pelas as seguintes leis:




Ameaça na internet:

Decreto-lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940.

Art. 16 - Nos crimes cometidos sem violência ou grave ameaça à pessoa, reparado o dano ou restituída a coisa, até o recebimento da denúncia ou da queixa, por ato voluntário do agente, a pena será reduzida de um a dois terços.

Difamação:

Decreto:  Lei nº 2.848 de 07 de dezembro de 1940

Art. 139 - Difamar alguém, imputando-lhe fato ofensivo à sua reputação:

Pena - detenção, de três meses a um ano, e multa.

Exceção da verdade

Calunia:

Decreto: CP - Decreto Lei nº 2.848 de 07 de dezembro de 1940

Art. 138 - Caluniar alguém, imputando-lhe falsamente fato definido como crime

Injuria:

Decreto: CP - Decreto Lei nº 2.848 de 07 de dezembro de 1940

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo lhe a dignidade ou o decoro:

Pena - detenção, de um a seis meses, ou multa

Mesmo não sendo estudante do curso de direito é sempre bom agir conforme a lei, não é ruim ser uma pessoa boa, honesta que visa o bem-estar de todos a sua volta. O meu site está para informar, e contribuir um pouco para o bem-estar. Nunca esqueça que o mundo virtual está atrelado ao real, tudo que você comente na rede pode voltar contra você no final das contas. Invasão de privacidade, criar vírus, invadir computador ou Wiil do vizinho, pedir para que o amigo clique ou instale códigos maliciosos, fazer vídeos de imagem denegrindo a imagem de outrem, ou até mesmo uma “brincadeira” na rede social.

Respeite o outro, você não pode modelar ou mudar a vida de ninguém, à rede social, ou os aplicativos que foram criados servem para o lazer, não tente derrubar site, não copie textos, pense no trabalho que é para criar um site, blog ou outro. Os links que sei para a referência estão logo abaixo, leiam com atenção e bom final de semana para todos e obrigado! Caso seja possível, compartilhe!!na próxima postagem continuarei trazendo alguns pontos que os pais de filhos de crianças e adolescentes devem ficar atentos! Não compartilhe o crime !! Até mais. Valeu!

Segue o intagram:

@rodgeo3

Twitter:

@praticandociencia

Referencias:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12737.htm

http://presrepublica.jusbrasil.com.br/legislacao/91614/codigo-penal-decreto-lei-2848-40#art-307

http://www.jusbrasil.com.br/topicos/10730704/inciso-x-do-artigo-5-da-constituicao-federal-de-1988

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9610.htm

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/Del2848compilado.htm

http://www.jusbrasil.com.br/topicos/10622728/artigo-139-do-decreto-lei-n-2848-de-07-de-dezembro-de-1940

http://amagis.jusbrasil.com.br/noticias/100536991/stalking-perseguicao-obsessiva







Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *