Depressão: o mal do Século?




Claro!! Como bom leitor que você é com certeza já ouviu e até mesmo discutiu sobre esse determinado assunto, e creio que até formulado uma opinião pessoal. Mas realmente o que venha ser essa doença que os seus usuários lutam constantemente para curar-se. Vamos pensar primeiramente e tentar deixar alguns mitos para trás, a depressão não se trata de apenas tristeza, isso quer dizer que pessoas que estão tristes sejam depressivas, pois a cultura instituiu que pessoas que está triste sejam depressivas, mas meu claro leitor!! Isso vai muito além de um simples derramar de lagrimas.

Lembrem que muitas pessoas que apresentam “Felicidade” em demasia podem esconder uma enorme dor, essas a princípio não são diagnosticas como depressivas, pois a sua “felicidade” oculta o que realmente sentem diariamente. Deixando claro que as ideias que serão escritas nesse poste são oriundas de livros de Cury: Inteligência Multifocal, o demônio do meio dia de Andrew Salomon e aula em EAD, claro e uma enorme contribuição de uma “colega”. Gostaria de começar trazendo o lado bom que tem a depressão, você pode está questionando, tem lado bom? Para falar a verdade nem sei, pois acredito que ao opinar sobre algo, antes de tudo, você tenha que ter uma simples experiência, sentir ou conhecer alguém que tenha, antes de comentar, pois, acredito que o indivíduo que nunca experimentou tal sofrimento tenha algo a contribuir.




Antes de tudo tenha o máximo de respeito pela a DOR do outro, você nem imagina o que a pessoa está sentindo, como já disse, você já passou por isso? Pode sentir? Já tomou altas doses medicamentosas? Depois dessa reflexão continuaremos.

A dor da depressão é uma experiência totalmente desagradável e muita das vezes impossibilita o doente a buscar tratamento, causando enorme sofrimento. Mas outras pessoas pelo contrário vê a DOR como uma força motriz que impulsionam ao ser humano a buscar os mais altos sentimentos da inteligência que possam existir, mas deve-se saber trata lá com inteligência, pois a dor faz o humano ser mais humano, assim penso, chega ao íntimo do EU, acredito que muitos que não conhecem dentro de si, jamais poderá entender o outro. Tantas milhões de pessoas extraordinárias que conhecemos em todo o mundo se tornaram pessoas especiais que conduzem a humanidade, na mesma e em simples gesto de compreensão do SER que outrora eram depressivas, e muitas das vezes essas pessoas consegue tocar lá no mais profundo da existência humana quando a ouvimos, como o próprio CURY diz: a depressão pode ser terrível mais ao mesmo tempo pode ser simples, basta entendê-la com inteligência e torná-la uma ferramenta de transformação.




Por tocar no íntimo do EU, penso, não, tenho certeza que a estrutura cognitiva muda devastadoramente, pois o ser depressivo se aproxima ainda mais do “humano”. Já percebeu em nossa história o quão poetas, filósofos e pensadores que eram diagnosticados como depressivos conseguiram emocionar milhões de pessoas em todo o mundo? Com suas exposições artísticas, por que será que isso acontece? Por que a dor da depressão traz a criatividade do mais profundo da natureza humana, transmitindo a sua DOR em arte, é nesse momento que a criatividade aflora nos mais belos pensamentos “humanos”, onde conhecimentos filosóficos e da psicologia vem dos mais longínquos e profundo da psique humana. É interessante que muitos desses artistas recusaram o tratamento, pois alegavam que os “remédios” tirariam o seu extraordinário “DOM”.

Você leitor pode até  está pensando será que é verdade ou apenas pura imaginação do autor, mais lembre se do que falei anteriormente você poderá opinar com maior precisão se tiver algum tipo de experiência com a depressão, se precisarmos usaremos os manuais científicos o CID 10 ou DSM V, para aprofundar um pouco mais esse poste. Apesar de trazer termos técnicos e científicos a linguagem é boa e acessível.




Segundo dados da OMS (organização Mundial da Saúde) os custos com a depressão no mundo já ultrapassou a casa entre os 800 bilhões a 2 trilhões de dólares investido no tratamento da depressão, com mais de 120 milhões de casos diagnosticados em todo o mundo, ainda é considerada um dos males que mais preocupam os órgãos de saúde no mundo com 30% de mortalidade, o Brasil ainda possui uma taxa de equivalência de 10, 8% da população e incrível o Japão com o ultimo do rank com apenas 2,2% segundo o artigo: Cross National epidemilogy of DSM IV Major depressive episode (BMC Medicine). Podemos dizer que são dados alarmantes quando se tratando em países Desenvolvidos.

Apesar de não escolher raça ou gênero a depressão acomete a todos um fato bem interessante que o artigo da revista (BMC Medicine) trouxe é que em países desenvolvidos a porcentagem é bem maior, não quero dizer que a depressão escolhe condição econômica, mas penso em países desenvolvidos e IDH (Índice de desenvolvimento humano) possui um melhor acolhimento no tratamento das doenças, deixando claro que depressão não escolhe condição, mas penso que à pré disposição ambiental é um fator determinante para o seu desenvolvimento e o que leva o surgimento da depressão nesses países.




Antigamente acreditavam que o diagnóstico da depressão ainda estava em seus estudos iniciais pensavam que o fator LATITUDINAL, ou seja, os distanciamentos da linha do equador determinavam que pais teriam maior chance de desenvolver doenças mentais, por um fácil critério por exemplo: Regiões próximas aos polos e com baixas temperadas tinham maior tendência a desenvolver, devido ao isolamento social causado por frio intenso. Mas com o passar do tempo e avanço da medicina essas teorias foram se dissolvendo com o passar do tempo. Mas em se tratando da depressão o fator químico celebra. O que acontece na cabeça do indivíduo em depressão que se trate de origem somática de origem biológica e com predisposição hereditária.

Até certo tempo acreditavam que a depressão ocorriam a ineficácia da produção de Serotonina (é um neurotransmissor que atua no celebro regulando o humor, sono, apetite, ritmo cardíaco, temperatura corporal) que o sistema nervoso central não produz quantidade suficiente para equilibrar o corpo prevalecendo assim o surgimento dos sintomas depressivos e o melhor tratamento eram os remédios antidepressivos como por exemplo: O cloridato de sertralina é uma das drogas que atuam de forma eficaz na recapitulação da serotonina. Mas segundo o Médico e pesquisador Dráuzio Varella: “A diminuição da produção de serotonina inadequada sempre foi contestada, por não ter sido ainda hoje comprovada em pacientes depressivos”.

Fica ainda um pequena indagação o qual realmente causa dessa depressão, porem existem inúmeros fatores que possam contribuir de fato para o desenvolvimento desse mal: o hormônio do estresse com certeza é um desses (CRF, CORTISOL) prejudicam a saúde dos neurônios, pois modificam a composição química cerebral e contribui para o desenvolvimento da depressão juntamente com a Ansiedade que é bastante comum, muitas das vezes locais de intenso estresse, pois aumenta a predisposição, principalmente quando o paciente sadio deve cuidar de um enfermo ( não sei se tem a relação direta com a depressão, mas lembrei de uma pequena leitura do livro de Sigmund Freud quando ele relata o caso de Ana O: que ficou doente de histeria por ter cuidado do pai até a sua morte, relação bastante estressora).  Depressão, podemos chama –lá de doença Bio-psico-social, que a relação biológica e social contribui para tal, claro que essas definições parte de uma análise de estudante e leitor que busca aprendizado, nunca troque uma consulta com médico especialista com postes da internet.




A depressão costuma apresentar um conjunto de sintomas que apenas o MÉDICO pode lhe dar o diagnóstico, sempre faço a relação a princípio com o sentimento de angustia, que é uma das piores sensações que o ser humano possa sentir, para entender a relação da depressão e angustia fazemos um exemplo bem pratico: você já sentiu angustia? Sim? É horrível esse estado? Agora multiplique essa sensação por 24h por dia, agora 7 dias por semana, ou talvez 6 meses com esse sentimento, pense que horrível a condição dessa pessoa. Além da angustia diária o paciente possui o isolamento social e desprazer com a vida, ela não consegue sentir nenhum sentimento de Prazer, é VAZIO a cabeças está a 1000, muitos desistem da vida por causa do sentimento de vazio.

O enfermo fica em dúvida em qual sentimento sentir naquele momento, além das dores de cabeça, dor em todo o corpo, ânsia de vomito, perda do apetite e sensação de estar carregando o planeta terra nas costas, é terrível,  agora sim, apresenta sentimento de vazio e tristeza profunda, acompanhado de insônia, nesse momento o paciente estar entregue a doença precisando logo de atendimento médico, pois o risco de suicídio aumenta em pacientes não tratados, (muitos desses pacientes tentam o suicídio por não suportar a imensa DOR, na verdade eles não querem realmente cometer o tal fato e sim LIVRAR dessa imensa pressão), às vezes a depressão é incompreendida por outras pessoas de forma errônea, de forma preconceituosos, pois  falam que é frescura  ou coisa de idade jovem ou adulto jovem que logo passa e contribuindo assim no aceleramento do desenvolvimento da doença.




Não sei se é verídico que pessoas que estão em estado avançado da depressão e estão próximas do suicídio costuma dar indícios que irá cometer o ato, as indiretas como dizem a turma em rede social, começam a falar e elogiar a morte, questionar a vivencia pós vida ou algo do tipo ou até mesmo ensaiar o suicídio. Mas como disse: várias às vezes nessa postagem só entenderá o que és depressão quem realmente têve a experiência ou conhece alguém próximo. Pense que às vezes um pequeno gesto que o outro faz diariamente como um olá, abraço ou concelho pode ajudar a resgatar um enfermo e livrar de cometer o suicídio, nunca veja com o olhar do preconceito, pois prejudica ainda mais o estado emocional, pois ele estar sobrecarregado. Tentar bruscamente libertá-lo prejudica ainda mais seu estado, a orientação é que esse paciente seja levado ao psiquiatra/psicólogo, pois só eles podem tratá-los.

Hoje existe muitos tratamentos que possam curar de uma vez esse mal, sendo o medicamentoso que é primordial, pois atual diretamente da recapitulação da Serotonina. O paciente pode nascer com a predisposição genética e não necessariamente desenvolver no decorrer da vida, o melhor é acompanha-lo juntamente coma terapia psicanalista ou teoria cognitiva comportamental, e algumas regiões no Brasil há à possiblidade de Eletroterapia. Bom esse post tem uma intenção transmitir uma “mensagem” para uma pessoa “especial” e você que lê esse poste e seja diagnosticado com depressão saiba que você pode SIM estar livre desse sofrimento, acredite e tenha fé se caso seja religioso, caso não seja, a confiança/ força é uma arma poderosa contra a depressão e muitas das vezes é bastante eficaz. NUNCA DESISTA, VOCÊ VAI CONSEGUIR, sempre pense positivamente que um dia a luz brilhará para você e tentar outros meios não soluciona. Faça sempre seu tratamento corretamente, seguindo orientações do seu médico, confie no conhecimento dele, com certeza ele criará um meio eficaz para solucionar seu problema, vá a terapia, busque ajuda de amigos, converse com pessoas e psicólogos ou com outras pessoa que você nunca viu ajuda e muito e evite o máximo o contato com estres e pessoas que causam irritações, pessoas negativas e preconceituosas nunca tente provar algo para ninguém, pois você não precisa. E mesmo que esteja sozinho, sem ninguém, sem confiança, sem alguém para conversar, pense que você está aí lutando a todo o custo e um dia você possa declarar um verdadeiro VENCEDOR (A).





Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *