Geográfica existe desde os primórdios e a existência do homem

Precisamos entender a sua aplicabilidade no cerne que se faz a sua prática, seja  ela no ensino básico, superior ou comunidade.

Depois destas reflexões integro a importância da Geografia e como ela deve ser  entendida. Não o diferencia dos conceitos abordados nesta últimos parágrafos, a Ciência  Geográfica existe desde os primórdios e a existência do homem, mas ela torna-se ciência devido  às revoluções positivistas, sim, é positivista igualmente as todas as outras ciências que compõem  o cabedal das ciências humanas, ela visa compreender o homem em sua totalidade e como a  interdisciplinaridade interferem nesta formação, sendo somente possível se houver  racionalidade interdisciplinar.

A Geografia se tornou uma área interdisciplinar em sua essência, não é possível  manter somente na linearidade, se o manter arriscará perder a sua essência é perceptível  a sua facilidade em dialogar com outras áreas e formar-se outros saberes, por isso que tudo que  há na existência humana ou na natureza tem a essência da geografia e não somente por ser  humana e física na sua base. 




(….) o ensino de geografia no século XXI, portanto, deve ensinar, ou melhor, deixar o  aluno descobrir o mundo em que vivemos, com especial atenção para a globalização  e as escalas local e nacional, deve enfocar criticamente a questão ambiental e as suas   relações sociedade e natureza (…), deve levar os educandos a interpretar textos, fotos,  mapas e paisagens. (VESSENTINE, 1995, p. 23)

A discussão proposta aqui pretende mesclar esses conceitos em  diálogos com o saber geográfico interdisciplinar torna-se então a proximidade da sensação de  pertencimento ao Meio Ambiente, todo geógrafo deve estar conectado com o seu meio.  Entender esta realidade é compreender que ainda está longe de ser realidade nas escolas de  educação básica, não é ainda realidade e prevejo que nem as universidades deixam que essa  teoria seja acoplada nas ‘práxis’.  

O papel da Geografia no Ensino Básico caracteriza a desenvolver a criticidade do  estudante

Compreender o mundo em sua totalidade nos âmbitos local,  regional, nacional, continental e mundial, a posição do estudante compreender a visão holística  que o mundo dele está proporcionado a viver, mas a princípio não oportunidade para que o  estudante perceba esta relação.

O Espaço é tempo acumulado, é história geografia. Sendo, portanto, produto histórico,  

a geografia ensinada não deve descuidar da historização dos fatos, já que o aluno é um  

ser histórico que traz consigo e em si uma história, e um conhecimento adquirido na  

sua vivência (SANTOS, 1996, p.114) 

 

Acesse: Chamillo

http://escolaonline.praticandociencia.com.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

A Fragmentação das ciências geográficas anula a noção de vida.

dom maio 8 , 2022
Vale a pena refletir sobre o problema atual do ensino das ciências biológicas, o educador pode perceber que está dando o seu melhor, mas na maioria das vezes ele vai escolher a linearidade do conhecimento porque é mais rápido e a educação do século XXI. São dados práticos e desejáveis […]